Institucional

História

A origem da cidade de Caeté remete ao início do ciclo do ouro, em meados do século XVII, quando os primeiros grupos de aventureiros vieram do litoral em busca de ouro, prata e pedras preciosas em Minas Gerais.Historicamente, seu povoamento e desenvolvimento encontra-se associados à mineração. Até meados do século XIX representou a principal atividade econômica da região. Com o esgotamento de seus aluviões auríferos, o arraial entrou em decadência, renascendo economicamente em 1894, com as atividades da Cerâmica Nacional, fundada por João Pinheiro.

Foi a primeira indústria de Caeté que propiciou rápido progresso, impulsionado pela instalação da Companhia Mineira de Metalurgia por Baldomiro Barbará e pela Usina Gorceix em 1926 por José da Silva Brandão, de produção de tubos, conexões e válvulas. Esta usina deu a Caeté à consolidação do rápido progresso que anteriormente experimentara.

Em 1933, já com o nome de Companhia Ferro Brasileiro, a empresa foi classificada entre as cinco maiores indústrias da América do Sul na área de Fundição. Em 1991, a Companhia Metalúrgica Barbará, do grupo Saint-Gobain Canalizações S.A. incorpora a Companhia Ferro Brasileiro.

A Companhia Ferro Brasileiro construiu no entorno de seus altos-fornos, localizados nas margens da linha férrea e próximo ao entroncamento dos córregos Soberbo e Caeté, toda uma infra-estrutura para seus funcionários (muitos vindos de fora do estado) tal como: residências, comércios, clubes, cinemas, escolas, entre outros, transformando o antigo Mundéus no moderno bairro José Brandão, com uma população maior que da parte antiga da Cidade.

Com o fechamento das empresas, transferiu-se toda a produção da Barbará para a Usina de Barra Mansa, momento em que a cidade entrou em decadência econômica e atualmente sobrevive da agricultura e pequenas empresas.

© 2019 Caeté . TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.